CASA DE MEMÓRIA EDMUNDO CARDOSO

Endereço: Rua Pinheiro Machado, 2712, Bairro Centro, Santa Maria / RS, 97050-600.

Telefone: (55) 3221 3154 / 3221 5626 / 9963 6709

E-mail: casamemoriaedmundocardoso@gmail.com

Blog: http://casamemoriaedmundo.wordpress.com

Coordenação: Therezinha de Jesus Pires Santos e Gilda May Cardoso Santos

Horário de Funcionamento: Terça a quinta-feira - 14h às 18h.
 

Finalidade do Arquivo: É uma Instituição privada, constituída por um Arquivo, Biblioteca e Acervo Museológico. É um centro de pesquisa por excelência, frequentada principalmente por universitários e pesquisadores da cidade e de outras regiões. A Casa tem editadas obras com material pertencente à CMEC: “Santa Maria: Vivências e Memórias de Edmundo Cardoso”;  “O Edmundo que eu conheci” e um documentário realizado por Luiz Alberto Cassol, em  2015. A divulgação do acervo é feita também por meio de pesquisas, entrevistas, palestras, exposições itinerantes e ação educativa nas escolas.

Serviços prestados: A Casa possui um Guia do Arquivo da Casa de Memória Edmundo Cardoso organizado pelas arquivistas que desde 2008, trabalham na Casa.  Está estruturado da seguinte forma: uma breve biografia de Edmundo Cardoso; um resumo histórico da CMEC e sua constituição; informações sobre sua localização e acesso, como horários de atendimento, condições e normas para consulta aos documentos; os serviços oferecidos à comunidade; resumo do Arquivo da Instituição, contendo a sua finalidade e um mapeamento panorâmico do acervo documental; e finalmente, a descrição dos fundos e coleções, organizados ao longo do trabalho arquivístico implementado na Casa de Memória.

Pesquisas mediante agendamento.

ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DA CASA DE MEMÓRIA EDMUNDO CARDOSO -  AACMEC

 

Em abril de 2015 foi fundada a Associação dos Amigos da Casa de Memória Edmundo Cardoso – AACMEC com o propósito  de apoiar a Casa de Memória Edmundo Cardoso, dada a seu importante papel  cultural e de preservação da memória de Santa Maria e região. Nestes cinco anos de existência a AACMEC vem cumprindo o seu objetivo de promover a valorização e o aprimoramento  administrativo, técnico e cultural da CMEC, com a realização de projetos aprovados pela Lei de Incentivo de Santa Maria, Pro-Cultura –RS  e promovendo cada vez mais as atividades e eventos e divulgando o acervo deixado por Edmundo Cardoso.

RESUMO BIOGRÁFICO - EDMUNDO CARDOSO

 

 

Data de Nascimento: 29 de Janeiro de 1917

Data de falecimento: 05 de Dezembro de 2002

Filiação: Pai – Etelvino Cardoso

               Mãe – Regina Diehl Cardoso

 

Formação: Concluiu seus estudos no antigo Colégio Fontoura Ilha, diplomando-se no curso de Guarda-Livros em 1932, aos 15 anos de idade.

 

Atuação Profissional:

1. Iniciou sua vida jornalística após sua formatura em 1932, no jornal Diário do Interior, tendo ai permanecido até seu fechamento em 1939. Atuou no jornal A Razão como cronista, memorialista e pesquisador com destaque a história da cidade. Foi diretor deste jornal por um curto espaço de tempo. Publicou artigos e crônicas em outros jornais e revistas da cidade, tendo atuado como correspondente, na cidade, de outros jornais do Estado.

 

2. Funcionário da Justiça Estadual: foi Avaliador Judicial e Escrivão do 2º Cartório de Civil e Crime da Comarca de Santa Maria, atividade na qual se aposentou e que exerceu por mais de 40 anos.

 

3. Cronista radiofônico: atuou na Rádio Imembui, por mais de 10, anos entre as década de 1970-1980, tendo recebido o Prêmio Imembui em 1974.

 

Atuação Sócio-Cultural:

  1. Foi um dos fundadores do Grêmio Literário Castro Alves – década de 1930

  2. Idealizador e fundador do 1º Centro Cultural de Santa Maria – 1939.

  3. Um dos fundadores do Atheneu Graça Aranha.

  4. Idealizador e fundador em 1943, da , 1ª entidade amadorista, teatral organizada, que perdurou por mais de 40 anos e encenou mais de 40 peças, pela cidade, interior do estado, incluindo o fato inédito de3 temporadas no Theatro São Pedro em Porto Alegre, e participado de vários festivais fora do estado e obtido vários prêmios. Ao longo de sua existência o grupo manteve-se como uma grande família, irmanados no amor pela arte teatral.

  5. Idealizador e fundador do 1º Clube de Cinema de Santa Maria, de 1950-1961

  6. Fundador da Associação dos Serventuários da Justiça de Santa Maria e da Associação dos Serventuários da Justiça do Rio Grande do Sul e membro de sucessivas diretorias.

  7. Membro do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Maria, tendo participado de várias diretorias.

  8. Membro da Academia Riograndense de Letras, tendo ocupado a cadeira nº 28, que pertenceu ao escritor e teatrólogo João Belém.

  9. Membro e sócio da SBAT – Sociedade Brasileira de Autores Teatrais.

 

Obras Publicadas:

  • Coletânea das Leis Municipais de Santa Maria, em 9 volumes que engloba o período de 1892 a 1940.

  • Um Momento na Vida do Município de Santa Maria, publicado em 1942.

  • Uma Loja Uma Vida, em 1974.

  • História da Comarca de Santa Maria 1878 -1978.

  • Participou do Planejamento e organização gráfica em 1961, de

 

Distinções Recebidas:

-Homenagem do Poder Público Municipal, através da Secretaria de Município da Cultura de Santa Maria em 1997.

--  Homenageado Especial do 1º Festival de Artes Cênicas de Santa Maria, em 2000.

 -  Patrono da 28ª Feira do Livro de Santa Maria em 2001.

- Homenageado com o espetáculo de leitura dramática,  Trajetória Teatral de Edmundo Cardoso, no Theatro Treze de Maio, 2001, pelo Programa Cultural APUSM

-  Troféu Vento Norte, no 1º Festival Nacional de Vídeo-Cinema de Santa Maria, em 2002.

-  Medalha de Mérito Teatral Edmundo Cardoso, criada pela Câmara Municipal de Vereadores de Santa Maria em 2003.

-  Um dos homenageados da FEISMA em 2005.

- Patrono da Cadeira nº24 da Academia Santamariense de Letras

-  Homenageado Póstumo da Feira do Livro de 2017

 

Participação em documentários

 

- “Trajetória Cultural de Edmundo Cardoso”  realizado  no ano de 1997  e dirigido pela Professora Nair D`Agostini do Curso de Artes Cênicas da UFSM.

 

- Homenageado com o documentário “Edmundo uma Vida Multifacetada” realizado em 2015, roteirizado e dirigido pelo cineasta Luiz Alberto Cassol.

 

    Foi um homem que dedicou sua vida a arte e a cultura da cidade, tendo preservado durante a sua vida um importante acervo da história e de autores Santa-Marienses e do  Rio Grande do Sul. Este acervo também inclui outras obras literárias, com  ênfase a Cinema e Teatro.

     Esse acervo deu origem a “Casa de Memória Edmundo Cardoso”, entidade privada em organização, que se constitui num centro de pesquisa por excelência, especialmente para estudantes de nível universitário e pesquisadores. A Casa de Memória já possibilitou a elaboração de trabalhos de conclusão de curso universitário, teses de mestrado e doutorado. Seu acervo deu origem à publicação de duas obras e ainda em organização, um terceiro livro, contendo crônicas e artigos de Edmundo Cardoso sobre Santa Maria antiga.

     O acervo documental e fotográfico da Casa de Memória tem possibilitado a realização de exposições, que retratam por meio de fatos e fotos, o passado e a evolução de Santa Maria. Essas exposições encontram-se disponíveis para apresentações sempre que forem solicitadas.

 

 

© 2020 - REALIZAÇÃO

 

Criado com Wix.