© 2019 - REALIZAÇÃO

 

Criado com Wix.

MEMORIAL DO LEGISLATIVO DO RIO GRANDE DO SUL

Localização e contato:
Rua Duque de Caxias, 1029
Porto Alegre/RS - Brasil
CEP 90010-282
Telefone: (51) 3210-1670; 3210-1675

E-mail: memorial@al.rs.gov.br

Portal: www.al.rs.gov.br/memorial
Acervo: acervomemorial.al.rs.gov.br

Redes Sociais: Facebook: memorialdolegislativors/

Horário de Funcionamento:
Segundas às Sextas
8h30min - 11h30min
13h30min - 18h30min

Finalidade do Arquivo: Gerir o patrimônio histórico-cultural pertencente à Assembleia Legislativa do Estado do RS.

Serviços Prestados:
Coordenação
Planejar e gerir projetos e atividades de competência do Memorial do Legislativo. Participante do Comitê Premial (Programa de Preservação e Resgate da Memória Institucional da Assembleia Legislativa do Estado do RS) e da Comissão Permanente de Avaliação Documental (CPAD). Gerir o patrimônio histórico-cultural pertencente à Assembleia Legislativa. Propor, revisar e supervisionar políticas de gestão, preservação e conservação dos acervos permanentes (históricos) da Assembleia Legislativa.

Seção de Acervo
Restaurar, reunir, tratar, organizar, guardar, preservar e promover acesso à documentação permanente e aos registros históricos do Legislativo Rio-Grandense. Disponibilizar estrutura e instrumentos de pesquisa para os usuários.

Seção de Pesquisa
Reunir, preservar, promover acesso, estruturar e sistematizar os dados históricos do Parlamento, bem como as informações sobre os ex-Parlamentares e sobre as estruturas do Legislativo ao longo do tempo. Desenvolver o Programa de Pesquisa e Publicações do Memorial, compreendendo, fundamentalmente, os seguintes projetos: Banco de Dados Parlamentar, Programa de História Oral, Série Perfis Parlamentares Gaúchos, Catálogo dos Parlamentares Gaúchos e Dicionário Biográfico Parlamentar. Desenvolver e gerenciar projetos de pesquisa que visem à recuperação de informações e dados relativos às atividades desenvolvidas no âmbito do Poder Legislativo.

Seção de Projetos Especiais
Gerenciar o programa de visitas guiadas da Assembleia Legislativa. Organizar e gerenciar atividades e eventos, tais como seminários, palestras, conferências, exposições e documentários de caráter histórico e institucional. Apoiar iniciativas da área cultural da Assembleia Legislativa, cuja temática relacione-se com aspectos da História do Parlamento, da História Política do Rio Grande do Sul e do Brasil.

 

Processos parte da CPI de 1979, sob a presidência do Dep. Nivaldo Soares, que investigou o sequestro em 1978 do casal Lilian Celiberti e Universindo Diaz (Uruguaios) em Porto Alegre, parte da Operação Condor (aliança político-militar entre regimes militares da América do Sul), referente à convocação do Secretário de Estado da Segurança Pública para esclarecimentos e juntada de documentos ao bojo processual.